APLARTE

Lote - Memória sobre os portos de Macau

  • Leilão a Decorrer

Leilão Termina Em:

Última Licitação:


EUR

Lance (EUR - €)
Oferta Máxima
Licitar

O seu lance tem de ser pelo menos de Euros.
Saiba Como licitar?

O sistema licita por si.
Introduza o Valor Máximo que pretende dar pelo lote. Saiba mais.

EUR Submeter

A sua licitação tem de ser pelo menos de Euros.

Leilão: 2955 | Lote: 86147 | Licitações: 16

LIVROS E FOTOGRAFIAS

Memória sobre os portos de Macau

Album com 46 fotografias originais

Branco, Hugo C. de Lacerda Castelo

Memoria sobre as obras dos portos de Macau referida ao fim do ano de 1923 / pelo Hugo Carvalho de

Lacerda Castelo Branco, Macau-China.

Macau : N.T. Fernandes e Filhos, 1924

148, [26] pp : mapas e planos desdobráveis.

34 cm.

Dactilografado.

Capa com fotografia original colada.

Ex-Líbris de Fernando Castelo Branco.

17 Mapas, alguns deles desdobráveis.

No final, em folhas de cartão desdobráveis, 46 fotografias originais em bolsas como nos álbuns de postais

e ainda uma vista panorâmica do porto de Macau, também prova original.

Hugo de Lacerda (1860-1944) foi um ilustre hidrógrafo que se notabilizou em Moçambique onde, entre

outros cargos, foi Inspector de Obras Públicas, Chefe dos Serviços da Marinha (1908) e organizou os

serviços do porto de Lourenço Marques. Criou também a Missão Hidrográfica da Costa de Portugal.

Colaborou nos ante-projectos dos portos comerciais de São Tomé e do Príncipe, dirigiu as obras do porto

de Macau (onde foi director), foi consultor técnico das obras do Arsenal do Alfeite e ainda governador

(interino) de Macau entre Julho e Dezembro de 1926.

Primeiro lente de hidrografia da Escola Naval, destacou-se com trabalhos de relevo em campos como a

geologia, hidrografia, geodesia e topografia.

Raro e importante.

Adicionar a Favoritos