APLARTE

Lote - Branco e Negro Semanário Ilustrado (completo)

  • Leilão a Decorrer

Leilão Termina Em:

Última Licitação:


EUR

Lance (EUR - €)
Oferta Máxima
Licitar

O seu lance tem de ser pelo menos de Euros.
Saiba Como licitar?

O sistema licita por si.
Introduza o Valor Máximo que pretende dar pelo lote. Saiba mais.

EUR Submeter

A sua licitação tem de ser pelo menos de Euros.

Leilão: 2382 | Lote: 65768 | Licitações: 6

MANUSCRITOS Sec. XVI a XX, LIVROS E FOTOGRAFIA

Publicação

Branco e Negro Semanário Ilustrado (completo)

Publicação

Branco e Negro: Semanário Ilustrado publicou-se em Lisboa entre 1896 e 1898 sob a direção de António Maria Pereira, ele próprio proprietário da livraria / editora com o seu nome. De resto, sem nunca apresentar o seu projeto editorial, percebe-se que Branco e Negro se foi compondo de fragmentos extraídos de edições lançadas pela Livraria António Maria Pereira que, com esta estratégia, promove as obras por si editadas. Na forma, conteúdo e público alvo, inspira-se claramente na sua antecedente de sucesso, a espanhola Blanco y Negro. Assim, a Branco e Negro (portuguesa) dirige-se a um público geral, com temas universais, assumindo um ecletismo redutor de antagonismos. Tudo combinado com ilustração frequente, isenta de côr. Nela podem-se encontrar excertos de autores como: Ramalho Ortigão, António Nobre, Guerra Junqueiro, Pinheiro Chagas, Manuel da Silva Gaio, José Sarmento, Ana de Castro Osório, Guiomar Torrezão, Jorge Colaço, Leal da Câmara, Arnaldo Fonseca, Fialho de Almeida, Gomes Leal, Maria Amália Vaz de Carvalho, Carlos Malheiro Dias, Marcelino Mesquita, Henrique das Neves, José Augusto de Castro, Júlio Brandão, Trindade Coelho, Gervásio Lobato, Bulhão Pato, Oliveira Martins , Wenceslau de Moraes e Alberto Pimentel; os brasileiros, Coelho Neto, Olavo Bilac, Luiz Delphino, e Luís Murat, e ainda, estudos vários, cujos prelúdios passaram pela Branco e Negro elaborados por Leite de Vasconcelos, Martins Sarmento, Abade Baçal, Eugénio de Castro, João de Castro, Alberto Sampaio, Adolfo Coelho e Sousa Viterbo. Na sua ilustração destacam os nomes de Celso Hermínio, Ernesto Condeixa, João Vaz, Enrique Casanova, Emílio Biel, Roque Gameiro e Carlos Relvas1896 e 1898 sob a direção de António Maria Pereira.

Meia encadernação francesa em pele.

Adicionar a Favoritos