APLARTE

Lote - Manuel Fernandes Tomás

  • Leilão a Decorrer

Leilão Termina Em:

Última Licitação:


EUR

Lance (EUR - €)
Oferta Máxima
Licitar

O seu lance tem de ser pelo menos de Euros.
Saiba Como licitar?

O sistema licita por si.
Introduza o Valor Máximo que pretende dar pelo lote. Saiba mais.

EUR Submeter

A sua licitação tem de ser pelo menos de Euros.

Leilão: 2419 | Lote: 66906 | Licitações: 2

LIVROS

Manuel Fernandes Tomás

Os escritos de Manuel Fendes Tomás depois de 1820 são escassos. Estes dois são dos mais procurados:

- Carta do Compadre de Belém ao Redactor do Astro da Lusitânia dada à Luz pelo Compadre de Lisboa, Lisboa, Oficina de António Rodrigues Galhardo, 1820, 20 páginas.

- Carta Segunda do Compadre de Belém ao Redactor do Astro da Lusitânia dada à Luz pelo Compadre de Lisboa, Lisboa, Oficina de António Rodrigues Galhardo, 1821, 22 páginas.
Inocêncio identifica o «Compadre de Belém» como sendo Manuel Fernandes Tomás, informação que é dada por Xavier de Araújo, antigo membro do Sinédrio, nas suas memórias.

Junta-se:

- Carta do Compadre de Lisboa em Resposta a outra do Compadre de Belém ou Juízo Crítico sobre a Opinião Pública, dirigida pelo Astro da Lusitânia, Lisboa, Impressão de Alcobia, 1821, 21 páginas. Resposta às anteriores.

Todas de extrema raridade.

Reserva: 50€

Adicionar a Favoritos