APLARTE

Leilão - LIVROS

Mar 31 Terça
Leilão: 2488 | 36 Lotes | Período: 22 de Março a 31 de Março de 2020

LIVROS

PODERÁ CONTINUAR A LICITAR NO NOSSO SITE E FAZER OS SEUS PAGAMENTOS APENAS POR TRANSFERÊNCIA BANCÁRIA, ENVIANDO O SEU COMPROVATIVO POR EMAIL.

O ENVIO DOS LOTES PODERÁ SER FEITO POR TRANSPORTADORA OU CTT VERDE.

ESTAREMOS A FUNCIONAR Á PORTA FECHADA, COM MARCAÇÕES ( 963 664 608 ) PARA ENTREGA E RECOLHA DE LOTES, NO EXTERIOR DAS INSTALAÇÕES.

POR FAVOR CONTACTE-NOS PREVIAMENTE PARA AGENDAMENTO.

OBRIGADA
A ADMINISTRAÇÃO

  • 140.00 EUR

    Restam 1 Dias

    Licitar
    Leilão: 2488 | Lote: 69412 | Licitações: 15

    Revista de História (1912-1925)

    Revista de História (1912-1925)

    Conjunto seguido desta notável revista, órgão da Sociedade Portuguesa

    de Estudos Históricos. Nº 1, de 1912 a nº 56, de 1925. Muito bem

    encadernados em 7 volumes. Publicou-se até 1928, com irregularidade a

    partir de 1925 Fidelino de Figueiredo foi o seu director e principal

    colaborador. A revista apresentava uma estrutura moderna e inovadora

    com três grandes secções: «Artigos», «Factos e Notas» e «Bibliografia».

    Também se interessava pelos problemas teóricos das ciências históricas e

    da metodologia do seu ensino. Regista-se um maior fulgor nos primeiros

    cincos anos de existência da revista, notando-se uma quebra a partir de

    1915. Destaque para as colaborações de Oliveira Lima, Fidelino de

    Figueiredo, Pedro de Azevedo, Edgar Prestage, João Lúcio de Azevedo,

    Fortunato de Almeida, Damião Peres, Anselmo Braamcamp Freire e

    Paulo Merêa. Dos historiadores estrangeiros destacam-se Benedetto

    Croce, Charles Boxer e Gilberto Freyre. A extinção da SPEH, com o

    exílio do seu principal fundador, em 1928, ditou o fim da revista, apesar

    dos dois últimos números já testemunharem uma difícil sobrevivência.

    Na hemeroteca Municipal de Lisboa só existem os anos de 1912 a 1916.

    Reserva: 50€

    Estado: A Decorrer
  • 80.00 EUR

    Restam 1 Dias

    Licitar
    Leilão: 2488 | Lote: 69413 | Licitações: 1

    Arquivos de História da Medicina Portuguesa (1910—1923)

    Arquivos de História da Medicina Portuguesa (1910—1923)

    Nova Série completa (1910-1923) desta notável publicação periódica

    dirigida por Maximiano de Lemos, considerado o fundador da História da

    Medicina Portuguesa. Fundamental para a História da medicina em

    Portugal, com trabalhos sobre 14 números anuais, com cerca de 200

    páginas cada, encadernados em sete volumes. Excelente estado de

    conservação. Insere estudos quase todos de autoria de Maximiliano de

    Lemnos, e inicialmente também de João e Meira sobre diversos temas da

    História da Medicina Portuguesa como Zacuto Lusitano, Abade Correia

    da Serra, Ribeiro Sanches, médicos que exerceram a sua profissão em

    Portugal, Hospital de Todos os Santos, hospitais, enfermeiros, doenças

    em Portugal, as mortes de D. João II, D. Pedro II, D. Pedro V, D.

    Estefânia. Muito raro e procurado

    Reserva: 80€

    Estado: A Decorrer
  • 10.00 EUR

    Restam 1 Dias

    Licitar
    Leilão: 2488 | Lote: 69414 | Licitações: 2

    Sem Reserva

    Os Cadernos de Manuel Anselmo (1951-1961)

    Os Cadernos de Manuel Anselmo (1951-1961)

    Lisboa, 1951-1961, 6 números com 509 páginas (Volume I, nºs I a V) e

    92 páginas do nº VI e último Publicação de caracter periódico, mas

    irregular, da responsabilidade do advogado, diplomata e escritor Manuel

    Anselmo. Privilegiando a crítica literária e cultural em geral na óptica do

    Estado Novo. Encadernado.

    Estado: A Decorrer
  • 15.00 EUR

    Restam 1 Dias

    Licitar
    Leilão: 2488 | Lote: 69415 | Licitações: 3

    Sem Reserva

    Arte Africana

    Arte Africana

    - Ernesto Veiga de Oliveira. Escultura Africana em Portugal, Lisboa,
    Instituto de Investigação Científica e Tropical, 1985, muito ilustrado.
    Encadernação editorial.

    - Danielle Gallois Duquette, Dynamique de l’Art Bidjago, Lisboa,
    Instituto de Investigação Científica e Tropicar, 1983, 261 páginas, mais
    74 de ilustrações

    - O Ultramar Português através da Arte, Caldas da Rainha, Museu
    Malhoa, 1967, da Imagem,

    Estado: A Decorrer
  • 50.00 EUR

    Restam 1 Dias

    Licitar
    Leilão: 2488 | Lote: 69416 | Licitações: 1

    Adriano Balbi, Ensaio Estatístico sobre o Reino de Portugal (1822)

    Adriano Balbi, Ensaio Estatístico sobre o Reino de Portugal (1822)

    ESSAI STATISTIQUE SUR LE ROYAUME DE PORTUGAL ET

    D’ALGARVE, COMPARÉ AUX AUTRES ÉTATS D’EUROPE, ET

    SUIVI D’UN COUP D’OEIL SUR L’ÉTAT ACTUEL DES SCIENCES,

    DES LETTRES ET DES BEAUX-ARTS PARMI LES PORTUGAIS

    DES DEUX HEMISPHÈRES. DÉDIÉ A SA MAJESTÉ TRÈS-FIDÈLE,

    PAR ADRIEN BALBI, ANCIEN PROFESSEUR DE GÉOGRAPHIE,

    DE PHYSIQUE ET DE MATHÉMATIQUES, MEMBRE

    CORRESPONDANT DE L’ATHÈNE DE TRÉVISE, ETC. ETC, Paris,

    Chez Rey et Gravier, 1822, 2 volumes com IIV+ 480 páginas, 272, mais

    ccclxviiii páginas. O volume II tem o rosto fac-similado em papel da

    época. O Essai Statistique foi realizado pelo geógrafo veneziano Adriano

    Balbi quando esteve em Portugal durante a Revolução Liberal. É uma

    obra capital para o estudo de áreas que vão da cultura (incluindo a

    atividade livreira e dimensão das bibliotecas) à caracterização económica

    das regiões, demografia e costumes. De particular importância é a

    atenção dada pelo autor, ao contexto em que os dados estatísticos que lhe

    foram transmitidos. Bem encadernado. Raro e muito procurado.

    Reserva: 50€

    Estado: A Decorrer
  • 45.00 EUR

    Restam 1 Dias

    Licitar
    Leilão: 2488 | Lote: 69417 | Licitações: 9

    Sem Reserva

    Invasões Francesas (1808)

    Invasões Francesas (1808)

    Diálogo entre Braga e o Porto em Dezembro de 1808, Londres, W. Lewis, 1808,

    21 páginas.

    Raríssima publicação em português, impressa em Londres, sobre os

    acontecimentos ocorridos em Braga durante a expulsão dos franceses. Uma das

    obras portuguesas mais raras a Guerra Peninsular. Ver Dicionário Bibliográfico

    da Guerra Peninsular, Vol. I, p. 351.

    Estado: A Decorrer
  • 110.00 EUR

    Restam 1 Dias

    Licitar
    Leilão: 2488 | Lote: 69418 | Licitações: 2

    A Lanterna - Folha Política (1869-1873)

    A Lanterna - Folha Política (1869-1873)

    Colecção completa desta importante publicação revolucionária. Lisboa.

    (Imprensa de Sousa Neves e outras). 1869-1873. A partir do nº 35, passou a

    ostentar títulos diferentes para escapar aos processos de abuso de liberdade de

    imprensa. Os fascículos tinham em média 16 páginas. Colecção encadernada em

    10 volumes, excelente estado. O primeiro redactor e o principal foi Antonio

    Augusto da Silva Lobo, seguindo-se-lhe Francisco Luiz Coutinho de Miranda.

    Provocou violentas polémicas na imprensa e um célebre processo, com a prisão

    do dono da tipografia, por não ter denunciado os autores dos inflamados artigos.

    Brito Aranha afirma que a colecção completa «não é muito fácil reunir hoje com

    todos os fascículos então publicados (Dicionário Bibliográfico Português, XIII,

    p. 280). Muito raro.

    Reserva: 100€

     

    Estado: A Decorrer
  • 50.00 EUR

    Restam 1 Dias

    Licitar
    Leilão: 2488 | Lote: 69419 | Licitações: 1

    Vida Contemporânea (1934-1936)

    Vida Contemporânea (1934-1936)

    Colecção completa desta revista. Dirigida por Cunha leal, apresentando-se como

    «revista mensal de estudos económicos, financeiros, sociais e literários»,

    publicou-se entre Maio de 1934 e Abril de 1936, num total de 24 números.

    Vasco da Gama Fernandes era o redactor principal, Victor Júdice da Costa o

    editor e secretário e secretário a redacção e António Casanovas Augustina o

    administrador. Em Fevereiro de 1935, Álvaro Machado assume o cargo de chefe

    da redacção. Claramente republicana, evocando as datas emblemáticas de 31 de

    Janeiro e de 5 de Outubro, apresenta a capa do seu derradeiro número com as

    cores nacionais. Vida Contemporânea é muito eclética, com rúbricas

    especializadas como «vida cultural», «vida económica», «vida colonial», «vida

    literária e artística» e «vida internacional». Da colaboração destacam-se os

    artigos doutrinários de Vasco da Gama Fernandes e de Cunha Leal, e a presença

    de Aquilino Ribeiro, Almerindo Leça, Álvaro Marinha de Campos, Abel

    Salazar, Manuel Maria Coelho, Severo Portela, Campos Lima e Fidelino de Figueiredo.

    Reserva: 50€

    Estado: A Decorrer
  • 65.00 EUR

    Restam 1 Dias

    Licitar
    Leilão: 2488 | Lote: 69420 | Licitações: 13

    Sem Reserva

    Memórias de um miguelista (1826)

    Memórias de um miguelista (1826)

    Exposição resumida do que, em dezoito meses que estive em Lisboa, sofri à

    Facção e aos celerados que dominavam El Rei e o levaram à Sepultura, Paris,

    Tip. De Paulo Renouard, 1926, 89 páginas, encadernado.

    Raríssima obra anónima, da autoria de Heliodoro Jacinto de Araújo Carneiro,

    médico e diplomata, visconde de Condeixa por D. Miguel, de quem foi

    fervoroso partidário. Obra muito interessante sobre o ambiente em Lisboa após o

    regresso de D. João VI e a alegada influência perniciosa dos liberais junto do rei.

    Muito invulgar.

    Estado: A Decorrer
  • 75.00 EUR

    Restam 1 Dias

    Licitar
    Leilão: 2488 | Lote: 69421 | Licitações: 4

    Portugal em 1800

    Portugal em 1800

    José Cornide, Estado de Portugal en el Año de 1800 / por [...]. Madrid: Imprenta

    y Fundición de Manuel Tello, 1893, 1894 e 1897, 3 volumes com 340, 464 e 333

    páginas. Muito bem encadernados.

    Rara corografia de Portugal publicada na colecção Memorial Histórico Español,

    Coleccion de Documentos, Opusculos y Antiguidades que publica la Real

    Academia de la Historia, escrita com o intuito de prestar informações ao governo

    espanhol sobre as condições em que se vivia em Portugal no final do século

    XVIII. José Cornide e Saavedra, a par das investigações científicas, elaborou

    relatórios para o governo espanhol com vista à invasão de Portugal, que se

    verificou em 1801.

    Reserva: 50€

    Estado: A Decorrer
  • 20.00 EUR

    Restam 1 Dias

    Licitar
    Leilão: 2488 | Lote: 69422 | Licitações: 3

    Sem Reserva

    Mocidade Portuguesa (1940-1944)

    Mocidade Portuguesa (1940-1944)

    Boletins Mensais do Comissariado Nacional da Mocidade Portuguesa, 1941 a

    1944, 5 Volumes encadernados com 471, 332, 320, e 211 páginas, com índice.

    Um dos volumes tem no final as ordens e serviço da MP. Muito invulgares.

    Estado: A Decorrer
  • 40.00 EUR

    Restam 1 Dias

    Licitar
    Leilão: 2488 | Lote: 69423 | Licitações: 6

    Sem Reserva

    Obras inéditas de D. Luís da Cunha (1821)

    Obras inéditas de D. Luís da Cunha (1821)

    Obras Inéditas do grande Exemplar da Ciência do Estado D. Luís da Cunha a

    quem o Marquês de Pombal Sebastião José de Carvalho e Melo chamava seu

    mestre, Lisboa, Imprensa Nacional, 1821, 219 páginas. Obra dedicada a D. João

    VI, organizada por António Lourenço Caminha. Tem no rosto a indicação de ser

    o Tomo I, mas nada mais se publicou, como revela Inocêncio Francisco da Silva:

    «Caminha pretendeu ainda dar à luz um segundo tomo dos tais inéditos para cuja

    publicação chegou a recolher o preço das subscrições» (Dicionário Bibliográfico

    Português, Volume V, p. 283). Submetido o original à censura, o parecer do

    Padre José Agostinho de Macedo foi negativo, pelo que não se chegou a

    publicar. Encadernação da época.

    Muito raro.

     

    Estado: A Decorrer
  • 5.00 EUR

    Restam 1 Dias

    Licitar
    Leilão: 2488 | Lote: 69424 | Licitações: 1

    Sem Reserva

    Obras de António Dinis da Cruz e Silva

    Obras de António Dinis da Cruz e Silva

    - O Hissope. Poema heroi-cómico, Lisboa, Tipografia Rolandiana, 1808, 128.

    Esta obra circulou em cópias manuscritas, sem que fosse autorizada a impressão.

    Em 1803 surgiu uma edição, com a indicação de impressa em Londres, mas

    parece tê-lo sido em Paris. Proibida de circular, só em 1808, quanto os franceses

    estavam em Lisboa, saiu uma segunda edição, a que aqui apresentamos e que é

    raríssima porque quando os invasores deixaram Portugal, em Setembro de 1808,

    as autoridades portuguesas mandaram recolher os seus exemplares, e novamente

    foi proibida as venda e divulgação desta obra. Apesar do carimbo e riscos no

    rosto deste exemplar, é obra muito rara.

    - Odes Pindáricas, póstumas de Elpino Nonacriense, Coimbra: Na Imprensa da

    Universidade, 1801, 260 páginas. Primeira edição destas poesias do fundador da

    Arcádia Lusitana, onde usava aquele pseudónimo. Boa encadernação da época.

    Estado: A Decorrer
  • 55.00 EUR

    Restam 1 Dias

    Licitar
    Leilão: 2488 | Lote: 69425 | Licitações: 11

    Sem Reserva

    Guerras Liberais (1831)

    Guerras Liberais (1831)

    Algumas palavras em resposta ao que certas pessoas têm dito e avançado a

    cerca do Governo Português: com algumas observações tanto a respeito do

    Estado actual de Portugal e da Europa como da extravagante e inesperada

    conduta do Governo Inglês para com Portugal, Londres, na Tipografia de G.

    Schulze, 13, Poland Street, 1831, 80 páginas. Encadernação inteira, da época,

    em chagrin. O autor anónimo é Heliodoro Jacinto de Araújo Carneiro, crítico do

    dique de Palmela que é duramente atacado nos seus escritos.

    1ªedição, não referida por Inocêncio, que só cita a 2ª edição, em 1832, no

    mesmo local e editor.

    Estado: A Decorrer
  • 195.00 EUR

    Restam 1 Dias

    Licitar
    Leilão: 2488 | Lote: 69426 | Licitações: 8

    Gabinete Histórico – 1ª edição (1818-1831)

    Gabinete Histórico – 1ª edição (1818-1831)

    Frei Cláudio da Conceição, Gabinete Histórico que a Sua majestade Fidelíssima

    o Senhor Rei D. João VI em o dia de seus felicíssimos anos 13 de Maio de

    191818 oferece… Lisboa: Na Impressão Regia, 1818 a 1831, 17 volumes, com

    cerca de 230 páginas cada, encadernações da época. Compilação dos mais

    notáveis factos, notícias históricas e políticas da monarquia portuguesa, desde as

    suas origens até ao reinado de D. José. Trata: tomo I desde a origem dos

    Lusitanos até o reinado de D. Diniz (ano 1324). - O tomo II dos reinados de D.

    Afonso IV e seguintes até o Cardeal Rei (anos 1325 a 1580). - O tomo III da

    dinastia Filipina, com uma notícia dos Duques de Bragança, desde D. Afonso até

    D. Teodósio II (anos 1580 a 1640). - O tomo IV dos reinados de D. João IV e D.

    Afonso VI (1640 a 1668). - O tomo V do reinado de D. Pedro II e princípio do

    de D. João V (1668 a 1710). - Os tomos VI e seguintes até o IX são preenchidos

    com factos e noticias do reinado de D. João V até á sua morte em 1750. - Os

    tomos XII a XVII prosseguem com o reinado de D. José I, chegando até 1775

    (Inocêncio Francisco da Silva, Dicionário Bibliográfico Português, Volume II,

    p. 76). Todos os volumes da 1ª edição, o que é muito raro. Há uma outra edição de 1881.

    Reserva: 100€

    Estado: A Decorrer
  • 75.00 EUR

    Restam 1 Dias

    Licitar
    Leilão: 2488 | Lote: 69427 | Licitações: 10

    Sem Reserva

    Invasões Francesas – Corpo Militar Académico de Coimbra (1808)

    Invasões Francesas – Corpo Militar Académico de Coimbra (1808)

    Ovídio Saraiva de Carvalho e Silva, Narração das Marchas e Feitos do Corpo

    Militar Académico desde 31 de Março em que saiu de Coimbra até 12 de Maio,

    sua entrada no Porto, Coimbra, Real Imprensa da Universidade, 1809, 25 páginas.

    Raríssima obra sobre esse corpo de voluntários da Universidade de Coimbra,

    formado por professores e estudantes, sob o comando do vice-reitor Aragão Trigoso.

    Junto com 4 proclamações do mesmo vice-reitor, datadas de Junho e Julho de

    1808 e Janeiro de 1809.

    Conjunto muito raro.

     

     

     

    Estado: A Decorrer
  • 20.00 EUR

    Restam 1 Dias

    Licitar
    Leilão: 2488 | Lote: 69428 | Licitações: 3

    Sem Reserva

    Folhetos portugueses antifranceses (1808)

    Folhetos portugueses antifranceses (1808)

    - A Vingança da Pátria. Proclamação da Cidade de Orense pela Restauração da
    Pátria, Coimbra, Real Imprensa da Universidade, 1808, 8 páginas.

    - História descoberta, Notícia presente, Predição futura, Lisboa, Tipografia
    Lacerdiana, 1808, 8 páginas

    - Congresso da Bayona e Máximas de Napoleão, Coimbra, Real Imprensa da
    Universidade, 1808, 16 páginas.

    - Discurso aos Franceses dirigido a esta Suprema Junta de Valença desde
    Cádis, Lisboa, Nova Oficina de João Rodrigues Neves, 1808, 11 páginas.

    - Proclamação do geral Junot aos Habitantes de Lisboa em 16 de Agosto de
    1808, Coimbra, Real Imprensa da Universidade, 1808, 12 páginas.

    - As Vozes ou o Convite generoso aos Portugueses, Lisboa, Impressão Régia,
    1808, 7 páginas

    -Proclamação de João de Almeida Ribeiro, 4 páginas, sem data nem local de
    impressão.

    - Proclamação aos portugueses, 4 páginas, sem data nem local e impressão.

    Estado: A Decorrer
  • 15.00 EUR

    Restam 1 Dias

    Licitar
    Leilão: 2488 | Lote: 69429 | Licitações: 3

    Sem Reserva

    Curioso livro sobre Frederico II da Prússia (1794)

    Curioso livro sobre Frederico II da Prússia (1794)

    Diálogos de Federico II. Rei de Prússia com o Doutor Zimmermann medico e

    Conselheiro de sua Majestade Britânica, Lisboa: Na Oficina Patriarcal, 1794,

    com 333 páginas e uma gravura. Encadernação da época. Mancha no rosto e na

    gravura. Curioso diálogo sobre a saúde, mas também sobre a arte de governar. A

    gravura inicial, finamente aberta em chapa representa o famoso medico a tratar o

    Rei. O médico de Frederico, Johann Georg Ritter von Zimmermann, afirmou

    que o rei teria deixado correr os rumores quanto à sua homossexualidade de

    forma a evitar que fosse publicamente conhecido que os seus órgãos genitais

    haviam sido seriamente afectados por uma "cruel operação cirúrgica" que lhe

    havia salvado a vida de uma doença venérea.

    Estado: A Decorrer
  • 10.00 EUR

    Restam 1 Dias

    Licitar
    Leilão: 2488 | Lote: 69430 | Licitações: 2

    Sem Reserva

    Obra precursora do Romantismo (1799)

    Obra precursora do Romantismo (1799)

    Etienne Pivert de Senancour Reveries sur la nature primitive de l'homme,; sur

    ses sensations, sur les moyens de bonheur qu'elles lui indiquent, sur le mode

    social qui conserverait le plus de ses formes primordiales, Paris: J.-Ch. Laveaux,

    et al., Ano VIII [1799/1800], ] XVIII, 19-340 páginas. Encadernação da época,

    inteira de pele. Etienne-Jean-Baptiste-Pierre-Ignace Pivert de Senancour (1770-

    1846) foi um escritor, filósofo e ensaísta francês. Esta sua obre é considerada

    como uma das precursoras do Romantismo, inspirada em Rousseau. Esta é a

    primeira edição completa. A edição original, de 1798, continha apenas dois

    sonhos e esta contém 17. Muito rara. A OCLC refere apenas 6 cópias, incluindo

    as de Harvard, Yale e da Biblioteca Nacional de França. Obra muito procurada e

    de grande raridade, com elevada cotação internacional. Em excelente estado de

    conservação.

    Estado: A Decorrer
  • 75.00 EUR

    Restam 1 Dias

    Licitar
    Leilão: 2488 | Lote: 69431 | Licitações: 9

    Sem Reserva

    Revolução Liberal de 1820

    Revolução Liberal de 1820

    R. da C. Gouveia [D. Domingos de Sousa Coutinho?], Resposta publica à

    denuncia secreta que tem por título "Representação que a Sua Majestade fez

    Antonio de Araújo de Azevedo em 1810… Londres, Oficina R. E. A. Taylor,

    1820.79 páginas (é só a primeira parte). Obra atribuída a D-. Domingos de Sousa

    Coutinho (conde do Funchal) na defende a si e a seu irmão, o conde de Linhares,

    contra as acusações de António de Araújo de Azevedo, importante para a

    compreensão das clivagens políticas em Portugal antes de 1820.

    - Sentimentos de Amor, Vassalagem, e reconhecimento ao Supremo Governo do

    reino, por um Patriota, Lisboa, Tipografia Lacerdiana, 1820, 12 páginas.

    - -Apontamentos políticos sobre os principais Abusos e Defeitos do Antigo

    Governo de Portugal e meios de se emendarem, Lisboa, Impressão Régia, 1820,

    30 páginas.

    - Dissertação sobre os Sufrágios, Lisboa, Impressão Régia, 1820, 62 páginas.

    - O Dia 24 de Agosto do Fausto Ano de 1820 inaugurado e o brilhante 15 de

    Setembro aplaudido, Lisboa, Tipografia Rolandiana, 1821, 26 páginas.

    Estado: A Decorrer
  • 50.00 EUR

    Restam 1 Dias

    Licitar
    Leilão: 2488 | Lote: 69432 | Licitações: 8

    Sem Reserva

    Anuário Comercial para 1898

    Anuário Comercial para 1898

    Anuário Almanaque comercial da Indústria, Magistratura e Administração ou

    Anuário Oficial para 1898, coordenado por Caldeira Pires, Lisboa, Tipografia da

    Nacional Editora, 1280 páginas. Encadernação do editor. Valioso repositório da

    vida comercial, industrial e administrativa do país. Estes anuários são muito

    raros e quando aparecem estão é muito mau estado de conservação porque eram

    muito manipulados. Este está em muito bom estado de conservação.

    Estado: A Decorrer
  • 55.00 EUR

    Restam 1 Dias

    Licitar
    Leilão: 2488 | Lote: 69433 | Licitações: 2

    Ilustração Moderna (1926-1932).

    Ilustração Moderna (1926-1932).

    Colecção completa desta revista de grande qualidade gráfica, publicada no

    Porto, impressa em papel couché, dirigida por Marques de Abreu. Nº 1 – Maio

    de 1926 ao n.º 58 – Novembro-Dezembro de 1932, bem encadernados em três

    volumes. Revista mensal de arte profusamente ilustrada com fotografias, mapas

    e desenhos a negro, dedicou-se a publicar artigos e estudos sobre monumentos

    nacionais. Colaboração de Fidelino de Figueiredo, Reynaldo dos Santos, Rocha

    Martins, Mendes dos Remédios, Júlio Brandão, entre outros.

    Reserva: 50€

    Estado: A Decorrer
  • 10.00 EUR

    Restam 1 Dias

    Licitar
    Leilão: 2488 | Lote: 69434 | Licitações: 2

    Sem Reserva

    As Pateadas do Teatro

    As Pateadas do Teatro

    José Agostinho de Macedo, As Pateadas de Teatro investigadas na sua Origem

    e Causas, Lisboa, Na Impressão de João Nunes Esteves, 1825, 143 páginas.

    Rara e muito curiosa obra de José Agostinho de macedo, no estilo polémico que

    lhe era próprio, importante para a história do teatro da época em da sociedade

    portuguesa em geral Bem encadernada em inteira de pele.

    Estado: A Decorrer
  • 65.00 EUR

    Restam 1 Dias

    Licitar
    Leilão: 2488 | Lote: 69435 | Licitações: 5

    Sem Reserva

    D. Pedro IV

    D. Pedro IV

    Conjunto de publicações:

    - João Vicente Pimentel Maldonado, Pela Carta Constitucional ao Mui Alto e

    Poderoso Senhor D. Pedro Quarto rei de Portugal e Imperador do Brasil. Ode,

    Lisboa, Impressão Régia, 1826, 8 páginas. O autor foi Grão-Mestre interino do

    Grande Oriente Lusitano em 1821.

    - Pedro Inácio Ribeiro Soares, Ode consagrada a Sua majestade Fidelíssima o

    rei de Portugal e Algarves o Senhor D. Pedro IV. Imperador e Protector dos

    Estados do Brasil, Lisboa, Nova Impressão Silviana, 1826, 7 páginas.

    - Joana Margarida Mancia Ribeiro da Silva Guimarães, Composições Poéticas

    em Elogio de Sua majestade o Senhor Dom pedro IV rei de Portugal e

    Imperador do Brasil, Lisboa, impressão Régia, 1826, 24 páginas.

    Particularmente interessante por se tratado de uma autora.

    - Ao Herói do Século XIX o Mui Alto e Poderoso Imperador do Brasil o Senhor

    D. Pedro de Alcântara, Bourbon e Bragança. Elegia, Lisboa, Tipografia de R.

    D. Costa, 1834, 4 páginas.

    - O Monumento de Arnosa de Pampelido, lugar do desembarque de S. M. I. o

    Senhor D. Pedro, à frente do exército Libertador em 8 de Julho de 1832,

    Colocação da pedra Fundamental, Porto, Imprensa de Álvares Ribeiro, 1840, 20

    páginas. Com uma gravura representando o projecto de monumento.

    Estado: A Decorrer
  • 20.00 EUR

    Restam 1 Dias

    Licitar
    Leilão: 2488 | Lote: 69436 | Licitações: 5

    Sem Reserva

    Integralismo Lusitano - A Questão Ibérica (1915)

    Integralismo Lusitano - A Questão Ibérica (1915)

    Volume, com o título genérico de A Questão Ibérica, que reúne as conferências

    organizadas pelo Integralismo Lusitano na Liga Naval, em 1915, Lisboa.

    Tipografia do Anuário Comercial, 1916, 352 páginas. As conferências foram as

    seguintes: O Território e a Raça, António Sardinha; A Língua e a Arte, Hipólito

    Raposo; Música e Instrumentos, Luís de Freitas Branco; Aspectos Económicos,

    José Pequito Rebello; Colonizações Ibéricas, Ruy Ennes Ulrich; Direito e

    Instituições, A. Xavier Cordeiro; Aspectos Político-Militares, Vasco de

    Carvalho; Lição dos Factos, Luís de Almeida Braga. Bom exemplar, bem

    encadernado, com dedicatória autógrafa de Xavier Cordeiro.

     

     

    Estado: A Decorrer
  • 48.00 EUR

    Restam 1 Dias

    Licitar
    Leilão: 2488 | Lote: 69437 | Licitações: 10

    Sem Reserva

    Guerras Liberais

    Guerras Liberais

    Livro publicado em França a posição da Inglaterra face às lutas políticas em Portugal.

    "Lettre a Sir James Mackintosh sur sa Motion relative aux Affaires du Portugal"

    du 1er Juin 1829, par William Walton, Paris, Imprimerie de Pihan Delaforest,

    1829, 363 páginas. Encadernação da época.

    Estado: A Decorrer
  • 45.00 EUR

    Restam 1 Dias

    Licitar
    Leilão: 2488 | Lote: 69438 | Licitações: 8

    Sem Reserva

    Regicídio

    Regicídio

    Conjunto de documentos:

    - A Tragédia de 1 de Fevereiro. Notícia histórica do Atentado contra a Família

    Real Portuguesa, Lisboa, sem indicação do editor, 1908, 15 páginas, ilustrado.

    - Perueira Jacinto Balsemão, Hora Trágica. , Lisboa, Oficinas de S. José, 1908,

    84 páginas, ilustrado.

    - Jornal O Correio, de 3 de Fevereiro de 1908, com o relato dopa

    acontecimentos

    - Jornal O Mundo de 4 de Fevereiro de \1908, com fotografias dos cadáveres dos

    regicidas.

    - Jornal O Mundo de 5 de Fevereiro de 1908com a fotografia da viúva e fila de

    Buíça

    -Jornal o Mundo, de 28 de Dezembro de 1908, com o facsilime do testamento de

    Buíça.

    - Publicação com os retratos do príncipe D. Luís Filipe e de D. Manuel II

    - Três pagelas religiosas evocativas do Regicídio (raras e muito curiosas).

    - Duas gravuras brasileiras alusivas ao Regicídio, publicadas no jornal O Malho,

    do Rio de Janeiro.

    Estado: A Decorrer
  • 50.00 EUR

    Restam 1 Dias

    Licitar
    Leilão: 2488 | Lote: 69439 | Licitações: 7

    Sem Reserva

    António Ferro – Viagem à Volta das Ditaduras (1927)

    António Ferro – Viagem à Volta das Ditaduras (1927)

    Um dos livros mais procurados e apreciados de António ferro: Viagem à Volta

    das Ditaduras, Lisboa, Empresa do Diário de Notícias, 1927, 370 páginas. Com

    capa de Bernardo Marques. Sobre Mussolini, Primo de Rivera e Mustafá Kemal Ataturk.

    Juntamos o livro de Francisco Cambó – político espanhol e milionário – sobre o

    mesmo tema: Las Dictaduras, Madrid, Espasa-Calpe, 2929, 246 páginas.

    Estado: A Decorrer
  • 5.00 EUR

    Restam 1 Dias

    Licitar
    Leilão: 2488 | Lote: 69440 | Licitações: 1

    Sem Reserva

    Dois livros que marcaram uma época

    Dois livros que marcaram uma época

    Estas duas obras foram pedras no charco na mentalidade e na cultura portuguesa.

    Ambas raras e exemplares em estado magnífico:

    - - Alberto de Oliveira, Palavras Loucas, Coimbra, F. França Amado Editor,

    1894, 277 páginas. Cartonado.

    - Veiga Simões, A Nova Geração, Coimbra, F. França Amado, 1911, 274 páginas.

    Estado: A Decorrer
  • 75.00 EUR

    Restam 1 Dias

    Licitar
    Leilão: 2488 | Lote: 69441 | Licitações: 4

    Almanaque para 1814, último ano da Guerra Peninsular.

    Almanaque para 1814, último ano da Guerra Peninsular.

    Almanaque de Lisboa para o ano de 1814, Lisboa, na Tipografia da academia Real

    das Ciências, 123+ 155+ 188+108+108 páginas. Encarnação da época, com as

    folhas douradas. Precioso almanaque, que foi editado pela Academia das Ciências,

    com inúmeras informações sobre a vida política, económica, militar, eclesiástica etc.

    Muito raro.

    Reserva: 50€

    Estado: A Decorrer
  • 70.00 EUR

    Restam 1 Dias

    Licitar
    Leilão: 2488 | Lote: 69442 | Licitações: 15

    Sem Reserva

    Publicações Miguelistas – Vilafrancada (1823)

    Publicações Miguelistas – Vilafrancada (1823)

    Conjunto de publicações de congratulação pelo triunfo do golpe de Estado da

    Vilafrancada, chefiado por D. Miguel:

    - Frei José da Sacra família, Sermão de Acção de Graças pregado na capela da

    Universidade de Coimbra, Coimbra, Real imprensa da Universidade, 1824, 20

    páginas.

    - Frei Manuel do Espírito Santo, Sermão de Acção de Graças pregado na capela

    da Universidade de Coimbra, Coimbra, Real Imprensa da Universidade, 1824,

    14 páginas.

    - Fr. José de Lima, Sermão de Acção de Graças a Nossa Senhora da Paz pela

    Restituição dos inauferíveis Direitos de El rei Nosso Senhor, Porto, Tipografia

    da Viúva Alvares Ribeiro & Filhos, 1823, 24 páginas.

    - Fr. José de Lima, Oração gratulatória recitada na Solene Acção de Graças

    pela Restituição dos inauferíveis Direitos de El rei Nosso Senhor fez celebrar a

    Ilustríssima Câmara da Cidade do Porto, Porto, Porto, Tipografia da Viúva

    Alvares Ribeiro & Filhos, 1823, 220 páginas.

    - Fr. João de Santa Ana, Sermão de Acção de Graças pela Feliz Restauração de

    Portugal e Restituição de Sua majestade El Rei D. João VI…na Basílica de

    Mafra, Lisboa, Oficina da Horrorosa Conspiração, 1823, 38 páginas.

    - Fr. José Leonardo da Silva, Sermão que em Acção de Graças a Deus Nosso

    Senhor pelos Felices e Gloriosos Sucessos de Portugal… na Cidade de Leiria,

    Coimbra, Imprensa Cristã da Rua dos Coutinhos, 1823, 31 páginas.

    Estado: A Decorrer
  • 21.00 EUR

    Restam 1 Dias

    Licitar
    Leilão: 2488 | Lote: 69443 | Licitações: 5

    Sem Reserva

    1ªs edições de autores portugueses

    1ªs edições de autores portugueses

    - Fiama Hasse Pais Brandão, Os Chapéus de Chuva, Lisboa, Minotauro, (1960), 104 página.

    - Guerra Junqueiro, Oração à Luz, Porto Chardron, 1904, 32 páginas. Capas empoeiradas. Dedicatória

    autógrafa do autor a Silva Palma.

    - E. M. de Melo e Castro, Enquanto Jactos Hiatos, São Paulo, Com Arte, 1994, 88 páginas.

    - Mário Cesariny de Vasconcelos, O Virgem Negra. Fernando pessoa explicado

    às Criancinhas naturais & estrangeiras…, Lisboa Assírio & Alvim, 1989, 119 páginas.

    Estado: A Decorrer
  • 60.00 EUR

    Restam 1 Dias

    Licitar
    Leilão: 2488 | Lote: 69444 | Licitações: 3

    Atlântico – revista luso-brasileira (1942-1950)

    Atlântico – revista luso-brasileira (1942-1950)

    Colecção completa desta importante revista de cultura literatura e arte.

    Publicação modernista, ultrapassou o conceito de revista luso-brasileira, ao

    incluir autores de quase todo o mundo lusófono. Teve uma direção bicéfala, com

    António Ferro e Lourival Fontes, respetivamente Director do Secretariado da

    Propaganda Nacional, de Portugal, e Director do Departamento de Imprensa e

    Propaganda, do Brasil. De periodicidade incerta, sem publicidade a revista

    publicou quase sempre dois volumosos números por ano, com mais de uma

    centena de páginas cada, durante três séries. Iniciou-se em 1942, com o n.º 1

    (Primavera 1942) até ao n.º 6 de 1945; seguiu-se a Nova Série, do n.º 1 de 1946

    ao n.º 7 de 1948; e a 3.ª Série, do n.º 1 de 1949 ao n.º 3 de 1950. Colaboração

    entre outros, de Aquilino Ribeiro João de Castro Osório, Afrânio Peixoto, Álvaro

    Lins, Vitorino Nemésio, Fernanda de Castro, Carlos Drumond de Andrade,

    Carlos Queiroz, Natércia Freire, Manuel da Fonseca, Guilherme de Castilho,

    Luís Forjaz Trigueiros, Gastão de Bettencourt, António Lopes Ribeiro, Hernâni

    Cidade , Reynaldo dos Santos, José Lins do Rego, Manuel Bandeira, Vinícius de

    Moraes, Sofia de Mello Breyner Andersen, José Blanc de Portugal, Jorge de

    Sena, Graciliano Ramos, Erico Veríssimo, José Régio (1901-1969), Adolfo

    Simões Müller, Fidelino de Figueiredo, Orlando Ribeiro, Ligia Fagundes Teles,

    António Quadros, Jacinto do Prado Coelho, Cecília Meireles, Ruy Cinatti,

    Tomaz Kim, Baltasar Lopes, António Pedro e Daniel Filipe. Colaboração

    artística de, entre outros, Abel Manta, Bernardo Marques, Carlos Botelho, Ofélia

    Marques, Mily Possoz , Sarah Afonso, Jorge Barradas, Tom (1906-1990),

    Francisco Franco, Stuart Carvalhais,Vieira da Silva, Arpad, Almada Negreiros e

    Júlio/Saul Dias (1902-1983).

    Completo. Bons exemplares em brochura. Os nºs 1 e 3 da terceira série com

    manchas de água na capa.

    Reserva: 50€

    Estado: A Decorrer
  • 150.00 EUR

    Restam 1 Dias

    Licitar
    Leilão: 2488 | Lote: 69445 | Licitações: 25

    Sem Reserva

    Livros eróticos portugueses

    Livros eróticos portugueses

    - Augusto de Lacerda, Lixo & Luxúria. Companhia de Escândalo Ilimitado,

    Lisboa, Livraria Popular Francisco Franco, 1905, 299 páginas.

    - Tomás de Noronha, Volúpia que salva, Lisboa, J. Rodrigues & Cia, 1926, 316 páginas.

    - I. Morais, Contos Francos e Duros. Anedotas Populares, Lisboa, 1927, 227 páginas.

    Edição clandestina, sem indicação da tipografia ou do editor.

    Muito raro.

    Estado: A Decorrer
  • 15.00 EUR

    Restam 1 Dias

    Licitar
    Leilão: 2488 | Lote: 69446 | Licitações: 3

    Sem Reserva

    1ª edição de Trindade Coelho

    1ª edição de Trindade Coelho

    Para além da obra literária, Trindade Coelho também foi autor de obras de

    caracter jurídico. Esta é a primeira edição do primeiro dos eus trabalhos naquele

    âmbito, que teve depois outras edições.

    Recursos finais em processo Criminal de Polícia correcional. Correcional e

    Ordinário, Lisboa, Imprensa Libânio da Silva, 1897, 128 páginas. Brochado.

    Estado: A Decorrer
  • 100.00 EUR

    Restam 1 Dias

    Licitar
    Leilão: 2488 | Lote: 69447 | Licitações: 1

    Guerras Liberais – Porto

    Guerras Liberais – Porto

    Colecção de·listas que contém os nomes das pessoas, que ficarão pronunciadas

    nas devassas, e sumários, a que mandou proceder o Governo Usurpador depois

    da heroica contrarrevolução, que arrebentou na mui nobre, e leal Cidade do

    Porto em 16 de Maio de 1828, nas quais se faz menção do destino, que a

    Alçada, criada pelo mesmo Governo para as julgar deu a cada uma delas.

    Oferecida, e dedicada S. M. I. o grande, e imortal Duque de Bragança, regente

    em nome de S. M. F. a Senhora D. Maria II, Rainha reinante de Portugal,

    Algarves, e seus domínios pelo Bacharel, Pedro da Fonseca Serrão Veloso,

    Porto, Tipografia de Viúva Alvares Ribeiro & filho, 1833, 235 páginas.

    Precioso e raro livro, impresso no Porto quando a cidade estava cercada pelos

    miguelistas, com as centenas de pessoas que foram alvo de processos pela sua

    actividade em favor do liberalismo. Com os nomes, profissão, naturalidade,

    biografias prisionais. Bem encadernado.

    Reserva: 100€

     

    Estado: A Decorrer
1